quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Aventuras gastronômicas no Deserto do Atacama (entre Chile e Bolívia) e alguns vídeos da viagem

Bom dia, pessoal!!!! Como o post sobre as aventuras gastronômicas em Santiago ficou enoooorme, resolvi elaborar um novo texto contendo fotos e relatos das nossas experiências em San Pedro de Atacama, além das comidinhas e belisquetes que provamos no meio do deserto.


Nossa primeira parada foi o restaurante LA ESTAKA, onde senti que eu precisava comer algo urgentemente porque perdi o café da manhã no hotel em Santiago e não me animei a provar o lanchinho servido no avião.

Todos os restaurantes em San Pedro seguem o estilo rústico e eu gostei muito da decoração do La Estaka, com destaque para o painel gigante e super colorido que fica logo na entrada do estabelecimento e para as mesas que possuem um trabalho de tapeçaria em seu centro, protegido por uma lâmina de vidro.

O desenho feito com garrafas coloridas na parede também chama a atenção.


Minha peça de decoração preferida é essa cabeça de serpente feita em barro. Temos a impressão de que ela está emergindo da parede do restaurante e, na outra extremidade, observamos sua cauda, que eu esqueci de fotografar. Na foto à esquerda, vocês podem conferir outro painel bem colorido e interessante. Na foto à direita aparece o lanchinho que pedi: sanduíche de filé com tomate e molho de abacate. Delicioso e gigantesco!


Para acompanhar a comida, optei pela maravilhosa cerveja KUNSTMANN BOCK, com aroma de café torrado, que repeti várias vezes durante a viagem! Ela combina bem com carnes vermelhas e carnes de caça, além de embutidos.

Jantamos no Café ADOBE na primeira e na última noite da viagem e ainda aproveitamos a oportunidade para nos despedirmos dos holandeses Flip e Grace, um casal super simpático que conhecemos na excursão à Bolívia e que tinha muito em comum com a gente.

O restaurante possui um pátio aberto, assim como a grande maioria dos estabelecimentos em San Pedro, devido a escassez de chuvas no deserto. À noite as temperaturas caíam beirando os dez graus e, sendo assim, uma fogueira no meio do restaurante é necessária para manter os clientes aquecidos.


Na primeira noite, havia um grupo tocando música andina e pudemos observar as esculturas expostas em vitrines e nas paredes do restaurante, que estão à venda e fazem parte de uma mostra permanente de obras de arte.

O Marcelo pediu um prato de filé mignon ao molho de roquefort com salada de folhas e quinoa e eu, como não estava com muita fome, optei por duas sensacionais quesadillas de tomate com pesto.


Nas fotos acima, vocês podem ver a despedida dos nossos queridos companheiros de viagem que deixaram saudades. A Grace voltou para Amsterdã e o Flip deve estar se aventurando nas águas congelantes da Antártida nesse momento. Ele planejou uma viagem de seis meses dentro do continente americano e ainda faltam dois meses para sua aventura terminar.

Depois da pizza, das cervejas e da caipirinha da Grace, provamos sorvetes de sabores exóticos na HELADERIA BABALU. O de três leches estava delicioso, mas eu queria mesmo pedir o de violeta, na cor azul, que estava sempre em falta. Só consegui uma provinha mas não tinha o suficiente para uma bola inteira.


Voltamos ao ADOBE na nossa última noite em San Pedro pra fechar o passeio com chave de ouro. Apesar de não ter sido o restaurante que serviu nossos pratos preferidos, o Adobe foi escolhido por nós como tendo a melhor relação custo/benefício, além de um atendimento simpático e do ambiente agradável.


Dessa vez optei pela panelinha de camarões equatorianos al pil pil, que vieram imersos em azeite temperado bem quente e batatas cozidas. O Marcelo não foi muito criativo e repetiu seu pedido da primeira noite, sinal de que o prato realmente agradou.

Dessa vez pedimos o vinho da foto acima, depois de uma taça de PISCO SOUR como aperitivo.

A CASA DE PIEDRA também foi um lugar que nos cativou. Preferimos ficar na área externa e dessa vez pedi uma KUNSTMANN TOROBAYO, cerveja do tipo ALE ruiva e encorpada que, segundo o site da cervejaria, harmoniza-se bem com salmão defumado, massas, legumes, presuntos e carnes brancas.


A pizza feita no forno à lenha com tomate e pesto foi uma das melhores que já experimentei na vida!!!! A massa era bem fininha e crocante. O couvert composto por pães macios e molho tipo vinagrete apimentado era cortesia em todos os restaurantes onde comemos e eu adorava essa entradinha!!!!


No LA CASONA pedimos o menu do dia, que foi aprovadíssimo e nos deixou com vontade de voltar ao restaurante em outra oportunidade. O ambiente é bem aconchegante e nós adoramos essa cama cheia de almofadas que ficava no meio do salão para criar um clima de lounge.

A entrada foi essa empanada bem suculenta de carne com azeitonas.

Como prato principal, o menu incluía filé mignon acompanhado por cebolas carameladas e temperadas perfeitamente, além de uma espécie de grão de trigo.

Eu amei a sobremesa simples e saborosa: castanhas portuguesas cozindas em calda doce com chantilly. Nunca tinha comido essas castanhas assim, achei o sabor bem diferente e surpreendente!


O restaurante BLANCO é considerado o mais sofisticado da cidade e possui um estilo um pouco diferente dos outros lugares onde comemos. Eu o descreveria como “rústico-chique” ou algo semelhante.

As paredes e os assentos feitos em adobe e o piso de cimento queimado são elementos rústicos e simples, mas detalhes como cadeiras, velas e flores dão um toque elegante ao restaurante.


As luminárias de palha com penduricados bem coloridos e as máscaras que lembram antigos carnavais aquecem o ambiente, emprestando um toque de cor ao salão.

Meu pedido estava perfeito e foi um dos melhores pratos de salmão que já comi na vida. Tratava-se de um Salmón Caramelo Jengibre acompañado de bolitas de papa ricotta sobre curry verde y peras aromáticas. Hummmmm… essas peras aromáticas foram algo inusitado pra mim, amei!!!! E a leve crosta de caramelo com gengibre que envolvia o salmão fazia um contraste perfeito com o curry verde, apresentando uma “crocância” bem interessante…


O Marcelo ficou igualmente satisfeito com seu Lomo a la Plancha sobre strogonof de papa y setas al estragon. O molho de cogumelos com estragão era muito aromático e estava delicioso.


Paramos duas vezes em um restaurante/bar que tinha vista para a pequena praça principal da cidade, a fim de tomar umas cervejas acompanhadas de pizza e batatas fritas. O lugar era bem tranquilo e tinha um ótimo atendimento. Aliás, fomos bem recebidos em todos os lugares por onde passamos no Chile. Só não consegui lembrar o nome desse restaurante… que pena!!!! Na foto à esquerda, estou segurando uma KUNSTMANN MIEL, cerveja feita com mel. Eu gostei, mas não é muito a minha praia já que eu prefiro as amargas e encorpadas.

NA ESTRADA
 

A maior parte das excursões que fizemos pelo deserto incluía um lanchinho ou almoço durante o passeio e alguns deles foram bastante agradáveis, como esse aí de cima. Foi uma delícia testemunhar o pôr do sol na LAGUNA TEBINQUICHE bebendo um Pisco Sour bem docinho! Reparem na mesa onde os comes & bebes foram servidos: eu tenho uma toalha igualzinha em casa que ganhei de presente e que provavelmente será usada na HAPPY HOUR ANDINA ano que vem!!!!

Almoçamos durante o passeio ao SALAR DE TARA e ficamos muito satisfeitos com o frango bem temperado, a massinha e os tomates mais vermelhos e suculentos que já experimentei!


Lembram dessa foto extraída do post com o resumão da viagem? Nosso café da manhã (ovos e leite) foram imersos na água fervente de um geyser durante a visita aos GEYSERS DEL TATIO.

E esse churrasquinho de lhama nos foi oferecido em uma parada na cidade de MACHUCA.

Conforme nos foi expressamente recomendado, abastecemos nossas mochilas com lanchinhos doces antes de partir para a Bolívia. A simpática atendente da agência CORDILLERA TRAVELLER nos disse que a comida boliviana talvez não fosse suficiente e que muitos passavam mal por lá. Fiquei meio insegura com esse alerta e comprei chocolates, frutas desidratadas e sementes de Maravilha, que achei deliciosas, na mercearia CANAAN.


Lá também encontrei essas balas feitas com folhas de coca que prometiam ser um alívio para males de altitude. Sinceramente, não sei se funcionavam mesmo ou se eram placebo, mas provei algumas. Tinham gosto de hortelã.

Chegando no nosso primeiro alojamento boliviano (aquele que não tinha chuveiro), nos surpreendemos com a comida, que achamos bem gostosinha. No jantar comemos sopa, salsicha, purê de batata e macarronada com molho de tomate. No café da manhã tinha ovos mexidos, pães, manteiga, doce de leite, achocolatado etc. Foi uma surpresa positiva e eu felizmente não passei mal!

 
Algumas refeições foram feitas ao ar livre e como estava friiiiiio!!!!! Mas valeu a pena contemplar paisagens maravilhosas enquanto comíamos. Na foto acima, vocês podem ver um iogurte sabor CHIRIMOYA, fruta nativa dos Andes que se assemelha à fruta do Conde.

No picnic da primeira foto, almoçamos atum enlatado com arroz, pão, tomate e pepino. Tudo leve e com pouco sal por causa da altitude.

Na cidade boliviana da UYUNI experimentei a cerveja POTOSINA, mas achei a bebida muito aguada pros meus padrões.

Agora tenho uma surpresa pra vocês que gostaram de ouvir minha voz esganiçada, rsrsrsrsrs!!! Fizemos alguns vídeos durante a viagem e compartilho três deles com vocês aqui…

SALAR DE TARA
SALAR DE UYUNI
CERRO TOCO com narração do Marcelo

Quero desejar a todos uma linda semana e espero vocês aqui na sexta-feira para conhecerem a querida Léia e nos despedirmos até o ano que vem!!!!

Beijocas!!!!

Bonfa ass

26 comentários:

Angela disse... [Responder comentário]

Adorei o post!
Fiquei com uma vontade de experimentar aquela pizza de pesto com tomate...
Beijos

Jaci Sales disse... [Responder comentário]

Aiii, churrasquinho de lhama??? Não acredito que eles tem coragem de matar aquele animalzinho fooofo! Meu pai foi ao Peru e trouxe uma lhama de pelúcia para a minha filhota. Disse que a vontade era trazer uma de verdade, mas não podia! Hahaha. Eu super visito seu blog há tempos e adoro, mas nunca comento. Agora eu tive que comentar, hahaha!

Um beijo!

Babi Mello disse... [Responder comentário]

Bonfa devido a correria não consegui comentar por aqui e como já te disse uma vez adoro a maneira como vc tira fotos dos pratos, fica lindo e da uma vontade enorme de comer tdo.
A cerveja não podia faltar e não vejo a hora de viajar, ufa!!! estou seriamente precisando.
bjos e até o natal!!!

Flávia Mergulhão disse... [Responder comentário]

Adorei o painel super colorido do primeiro restaurante!
Bjocas

R. E DESIGN disse... [Responder comentário]

Que lindo esse post maravilhoso!!!
E o vídeo que Show!!! bjs e até sexta!!!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse... [Responder comentário]

eu adoro seus posts! as cores, a riqueza de detalhes, toda a cultura que vc nos passa. eu me sinto viajando com vcs!

e venha junto com seu love de novo ao Japão, dessa vez fiquem mais tempo!

bjs e aproveito pra te desejar um excelente natal pra vc e os seus, com mta paz, amor e fraternidade.

Milena disse... [Responder comentário]

Seus posts de viagem se parecem com o pó de pirlimpimpim da Emília,é só começar a ler e me transporto para lá.

Delícia,gosto muito dessas viagens,ainda mais porque,sabe,eu não iria,rs!!

Bj

Carolina Novaes disse... [Responder comentário]

Adorei as comidinhas! Eu também comi da Casa de Piedra, apesar de achar que não é tão limpinho. Talvez seja impressão, mas valeu a pena!

Ah, sua voz não é esganiçada, não?!

Não tem se vc já viu, mas tem sorteio lá no meu blog. Vai que vc ganha de novo.

bjos,
Carol Novaes
http://coisinhasdafamilia.blogspot.com/

Paty disse... [Responder comentário]

menina, que viagem mais rica!!!
e a gastronomia? parabéns!!!
essa é uma riqueza que não tem preço...
a cultura adquirida, as lembranças... e as fotos ficaram lindas (qual máquina vc usa??)...

Ana Maria Braga disse... [Responder comentário]

Gostaria de ter um pouco desse seu espirito aventureiro. Sou super comodista, Kátia.
Mas curti muito o seu post. Voce e o Marcelo formam uma dupla super animada. quantos países já conhecem ?
Aproveito para te desejar uma 4a feira bem proveitosa. Bjs

Marias disse... [Responder comentário]

Katia adorei o post. Eu adoro experimentar comida diferentes nos lugares que vou. Lhama não comi mas no Peru bebi o pisco sur mais delicioso do mundo e comi ~maiz. Aqueles grão de trigo bem grandes. Adorei as comidas todas que foram mostradas. Pena que não temos as receitas, né! Aquela toalha que vc tem uma igual, eu também trouxe do Peru só que a minha é verde. M<uito linda mesmo. Adorei sua viagem e já te disse que colho dicas para quando eu for, pois pretendo ir logo. Bjus.

Bem Casada disse... [Responder comentário]

Oi flor...

Desejo um natal brilhante e com muita paz com um ano novo lindo e cheio de luz e muita criatividade e novidades aqui no seu cantinho...rsrsrs

Que Deuus abençoe sua família, sua casa e seu coração...

Amo seu espaço....leio diariamente!

Beijos carinhosos,


Manu
http://bemcasadaepontofinal.blogspot.com/

Lívia Carolina Fabi disse... [Responder comentário]

Fiquei encantada com os restaurantes e morrendo de vontade de provar as comidinhas!!! :)

Adorei os ambientes rústicos... Acho lindos!

Os vídeos ficaram super legais!!

Um bjão e até sexta!!!

Cucchiaio pieno disse... [Responder comentário]

Oi querida
Tuas fotos e descrições são impagáveis!
Quanta comida deliciosa e com belíssimas apresentações. Adorei todos os restaurantes.
Se alguém quiser fazer uma viagem perfeita é so' conferir as tuas dicas e estara' garantida!
Assiste aos 3 filminhos. A tua voz é mesmo linda e forte e o Salar de Uyuni é um encanto.
Bjo grande
Léia

Beatriz - Jubiart disse... [Responder comentário]

Olá Bonfa!

Amei o post!!!!!!!

E a comilança, só de olhar, acho que aumentei 100 gramas rsrsrssr, é muito bom viajar e compartilhar esses bons momentos com os amigos. Gostei da sua voz, vc é muitooooo simpática e carismática.

Boas festas e beijocas no coração.

Artemizia disse... [Responder comentário]

Katia, fiquei morrendo de vontade de experimentar as comidas que você mostrou e também encher os olhos com tanta paisagem linda!
*
Ah, vi seu blog citado na revista Minha Casa, edição Janeiro/11.
Parabéns pelo reconhecimento e pelo trabalho lindo.
*
Bjão

Maria Célia disse... [Responder comentário]

Oi Kátia
Espetacular como sempre as suas postagens. Tudo muito bem explicado, as fotografias são lindas e muito bem tiradas.
Você descreve tudo com muito gosto, conseguimos até sentir o sabor dos pratos.
Beijo

Maria Rita Hering Fagundes disse... [Responder comentário]

Katia...que delicia deviagem..tudo maravilhoso!!Voc~es devem ter aproveitado muitooo..

Estou passando para desejar um Feliz e abençoado Natal p/você e sua familia com muita fé, saúde, amor e paz.
Um Ano Novo repleto de coisas boas e alegres realizações!!

Beijos com carinho,
Mª Rita(Janelas e Caminhos)

iranbrissant disse... [Responder comentário]

Olá Kátia,
Sou fascinada por seu blog, parabéns.
Você tem uma maneira toda especial de narrar suas viagens, me sinto como se estivesse lá com você.
Um Natal iluminado e um Ano Novo de Properidade.
Um beijo grande
Iranilde Brissant

Viviane Mendes de Andrade disse... [Responder comentário]

Muito bacana essa combinação de obras de arte, decoração rústica e aconchegante e boa comida! Tb achei o máximo as refeições ao ar livre... certamente, uma experiência única!
Você acredita que uma coisa super boba chamou minha atenção? A forma como serviram o saquinho de chips... nunca imaginei ver umsaquinho aberto assim rs
No mais, desejo um feliz natal a você, sua família e aos demais leitores deste blog. Que em 2.011 o Casos e Coisas da Bonfa continue trazendo alegrias a todas nós!

padronagens disse... [Responder comentário]

Não sei quanto aos gostos, Bonfinha, mas o visual de tudo (dos ambientes aos pratos) estava "apetitosíssimo"! Muito legais as fotos, tanto quanto as aventuras! Ah, adorei os vídeos!

Beijo,
Wagner.

Santinha disse... [Responder comentário]

Bonfa
Tudo lindo como sempre, viagens, dicas, artes e muita alegria que nos contagia a cada "flash".
Por enquanto quero desejar para você que possa viver esses bons momentos todos os dias do Ano Novo!
Bjus no coração e obrigada por compartilhar.
Yvone

Marta disse... [Responder comentário]

Adorei os lugares e as comidas! Comer ao ar livre com frio deve ser complicado, ainda mais eu que sou super friorenta..rsss
Pelo menos vcs não comeram alguma coisa ruim ou que pasassaem mal!
Fico admirada com a riqueza dos detalhes. Tudo super bem explicado. Vc anota em algum caderno para depois lembrar de todos os nomes?rsss

Adorei os vídeos. Posso dizer que tive o privilégio de ouvir sua voz pessoalmente.. obaaaaaa!

Beijocas

Mimu's Da Mônica disse... [Responder comentário]

Olá Kátia ! saudades de cantinho aqui...sempre que posso venho aqui ver as novidades, mas essa semana para mim esta um sufoco, muitas peças para entregar...
Mesmo lendo em picadinhos, adorei o que vi e aquele sanduiche de filé com tomate me deu água na boca.

Um feliz Natal para vc e sua família!!!

Begin

Joaninha Bacana disse... [Responder comentário]

Curto muito seus posts sobre os restaurantes e as comidas diferentes: faz parte da cultura, e eu adoro ver fotos das delícias (mesmo me deixando com muita, muuuuuita água na boca, hehehe).
Beijos, Angie

Pamela Caszely disse... [Responder comentário]

Parabéns vc tira fotos muito linda e tem um olhar muito interessante para o novo. Abraço. P.

Related Posts with Thumbnails