segunda-feira, 14 de maio de 2012

Comprinhas na Rússia, Turquia e Grécia, mimos de Dubai e do Japão + três presentes para vocês

Apesar de ter pensado que eu não havia feito todas as comprinhas que gostaria nessa viagem em função da limitação de peso e tamanho da minha bagagem, depois que voltei, analisei minhas aquisições e percebi que fiquei muito feliz com os mimos que levei pra casa porque eu só comprei o que realmente gostei. Também ganhei presentes especiais de um amigo que foi ao Japão a trabalho, passando por Dubai, os quais compartilho hoje aqui com vocês.

Minha única aquisição na Rússia foram essas Matrioskas fofas feitas à mão em São Petesburgo. Há uma feira de artesanato que funciona todos os dias em frente à Igreja do Sangue Derramado e foi lá que encontrei uma grande variedade dessas bonecas tradicionais, que podem ser pequenas, médias, grandes ou, até mesmo, enooooormes, e são compostas por 5 peças, em média.

Vale à pena pesquisar um pouco antes de escolher uma Matrioska porque existem muitas opções em diferentes estilos de pintura. A mais barata e comum é a feita industrialmente e todas as bonequinhas que ficam dentro da boneca maior são exatamente iguais. Normalmente as peças tem um brilho envernizado, mas eu encontrei algumas versões foscas, que me agradaram mais. Eu optei por um conjunto menor e mais delicado, no qual cada boneca recebeu um desenho diferente, de acordo com a sua participação na “Hora do Chá”. A figura maior carrega um samovar, artefato típico russo usado para servir chá ou água quente.

Vou contar pra vocês uma coisa curiosa que aconteceu enquanto eu perguntava ao vendedor o preço de algumas Matrioskas que me chamaram mais a atenção. Contrariando a maioria dos russos que encontrei, ele falava bem inglês e até arriscava um “portunhol”. O cara me interrompeu curioso e questionou minha formação. Eu respondi que trabalhava com design gráfico e ele disse: “Ah, então é por isso que você só me pergunta o preço das bonecas mais caras e não é por elas serem maiores ou receberem tinta dourada, mas pelo acabamento mais refinado e detalhista da pintura.”

Confesso que gostei do elogio, rsrsrsrs!!!! E descobri que ele não estava somente querendo me agradar porque o preço constava na base das peças.

Depois de uma semana na Rússia, seguimos para a Turquia e eu precisei me segurar a fim de não gastar nada antes de chegarmos ao nosso último destino no país, Istambul, onde eu encontraria uma variedade maior de ítens a preços mais em conta, segundo me disseram.

Eu segui o conselho, mas não resisti a esses 4 colares expostos em uma loja em Goreme, na Capadócia. Sei que eu deveria ter pechinchado mais e que é quase uma regra o vendedor tentar negociar a peça por um valor bem maior do que ela custaria para um turco, por exemplo. Mas, apesar de parecer turca, eu sou péssima “pechincheira” e só consegui uns 15% de desconto nos colares. O da primeira foto é um presente para a minha mãe e os outros comprei pra mim mesma e já usei na própria viagem!!!!

Depois de duas semanas viajando somente com a Matrioska e os colares na mochila, chegamos a Istambul e eu tive a certeza de que seu peso iria aumentar consideravelmente, rsrsrsrs! Na foto acima, vocês podem me ver no GRAND BAZAAR, um dos maiores mercados cobertos do mundo com 60 ruas e 5 mil lojas, imaginem isso!!!! É difícil não se perder por lá…

Coloquei até os óculos para poder analisar melhor cada luminária que encontrei pelo caminho, mas eram tantas e tão diferentes!!!!!!!! Nessa hora eu desejei que minha irmã do meio e minha mãe, que tem um gosto parecido com o meu, estivessem lá também… foi muito difícil escolher a peça que melhor se encaixaria no que eu procurava. Confesso que quando eu vejo muitas opções, meu cérebro trava e eu lembro de uma história contada pelo professor de Marketing da faculdade onde estudei.

Ele fez uma viagem à França e um dia foi ao mercado comprar um queijo para comer com a baguete que havia comprado na padaria. Ao chegar lá, meu professor se deparou com tanta variedade que chegou a ficar estressado por não conseguir escolher e não levou nada. Foi uma lição que aprendi para o resto da minha vida pessoal e profissional, até porque eu me identifico com a situação: “informação demais confunde o cliente”.

Mas em Istambul não tem jeito: é muita informação pra todos os lados. É uma cidade única que fica em dois continentes (Europa e Ásia) e essa localização inusitada se reflete na personalidade de seus moradores e visitantes. Gente, nunca imaginei que fosse encontrar tantos turistas na baixa temporada e, entre eles, muitos brasileiros!!!! É fila para comprar o ingresso do museu, fila para entrar no museu e fila para entrar nas salas do museu… uma loucura, mas AMEEEEEEEEEEEEEEI a cidade e todo o país. É um lugar mágico, onde eu e o Marcelo voltaríamos muitas vezes!!!!!

As luminárias da foto acima são feitas com a casca da abóbora seca e proporcionam um efeito incrível quando acesas. Eu não cogitei a hipótese de levá-las pra casa porque eram todas pendentes e eu queria uma de mesa, mas já as tinha visto em um restaurante na noite anterior e fiquei encantada com seu colorido!!!! O mais legal é que você nunca vai encontrar uma igual à outra!!!!

Bom, eu ficaria horas passeando pelo Grand Bazaar até encontrar a luminária “perfeita”, mas o Marcelo não tem muita paciência e eu fiquei com medo de me separar dele e me perder, confesso!!!! Então entrei em uma loja com bastante variedade de peças e o vendedor me disse que eu poderia escolher qualquer cúpula para encaixar na base que escolhesse. Foi o que fiz e, preocupada com o volume que faria na minha bagagem, eu escolhi uma luminária pequena de mesa. Na hora da negociação, o vendedor me propôs um bom desconto se eu levasse duas peças iguais… ai, que tentação!!!!! Sem conseguir decidir qual das cúpulas coloridas me agradava mais, acabei cedendo e levei as peças da foto acima pra casa.

Noto cada vez mais que qualidade e preço sempre andam juntos e eu não paguei muito pelas luminárias. Quando fui analisar um dos posts que fiz sobre uma das minhas lojas preferidas de decoração, a ORIGENS, notei que a luminária que aparece em destaque NESSE LINK tem seus caquinhos de mosaico colados bem juntinhos, diferente das minhas. Quer dizer, paguei barato, mas sei que a qualidade da mão de obra não é a mesma que eu poderia ter encontrado se tivesse tido mais tempo. Enfim, não me arrependo e o efeito das luminárias acesas à noite é lindo e super romântico, mas deixo aqui essa dica pra quem é super detalhista como eu, rsrsrs!!!!!

Apesar de a Turquia ser o país mais indicado para comprar tecidos, tapetes e capas de almofadas, foi em Santorini, na Grécia, que encontrei as três capas com desenhos feitos em lã que mais me agradaram. Para poder usar as novas aquisições, tive que substituir as antigas e, sendo assim, acho que esse ano provavelmente vai ter bazar de Natal aqui em casa… preparem-se, amigas!!!!!

Apesar de o azul não ser um tom presente na sala, gostei dessa padronagem geométrica e achei que ela “quebraria” um pouco a hegemonia das cores quentes no ambiente.

A guloseima mais famosa da Turquia é o Turkish Delight, uma espécie de bala de goma, como a nossa “jujuba”, porém menos doce e com sabores mais variados, tipo o da foto acima, feito com água de rosas, pedaços de avelãs e côco ralado.

Segundo a Wikipedia, “Delícia turca, manjar turco ou mais conhecido como lokum ou loukum é uma sobremesa turca feita de maisena e açúcar. Tem geralmente sabor de água de rosas ou limão, o que dá a sua cor rosa pálido característica. É macio, com consistência de geleia e coberto com açúcar de confeiteiro para não endurecer rápido.”

Entramos em uma das diversas confeitarias em Istambul e enchemos um pratinho com um pedacinho de cada variedade da “Delícia Turca”, cobrada por peso. O Marcelo gostou do doce de rosas e eu preferi os que tinham nozes e pistache.

Para acompanhar a sobremesa, o Marcelo pediu um café turco, que é bem forte e deixa uma borra no final da xícara. Segundo o site KEBABSALONU, “O café turco é uma das muitas formas de se fazer e tomar café no mundo. A técnica para fazê-lo consiste em se utilizar a moagem mais fina possível do café, colocando-se o mesmo diretamente na água fria, onde ocorre uma rápida infusão. A tradição diz que devemos esperar o café levantar três vezes na Ibrik (a panelinha onde se faz o café), sem deixar queimá-lo, para após um minuto – quando a borra do café baixa para o fundo da panelinha – servi-lo. O sabor do café turco é único. Não parece um espresso e muito menos um café de coador. O café turco bem preparado possui um creme espesso e delicado e seu sabor é forte e intenso.”

Segundo uma guia de turismo que conhecemos na viagem, é difícil preparar um bom café turco. O primeiro que experimentamos era puro e o segundo tinha, teoricamente, gosto de chocolate, mas não senti nada. Apesar de forte, gostei bem mais desse tipo de café do que do expresso, que deixa um retrogosto meio esquisito na minha boca.

Vocês repararam na xícara onde o café foi servido? Não é uma coisa fofa???? A peça é composta de uma base em metal, de um copo de porcelana e de uma tampinha para manter a bebida quente, além do pires.

Eu vi muitas peças parecidas nas lojas por onde passamos e, depois de dois dias, já comecei a achar tudo igual. Eu tenho esse “defeito” herdado da minha mãe: a gente começa a ver muita coisa semelhante e enjoa logo. Então, aconteceu mais uma vez de eu me encantar com um conjunto de xícaras de metal desenhadas à mão, completamente distintas das outras peças produzidas industrialmente com a mesma padronagem e encaixe “perfeito”.

Como disse Henry Moore, um escultor e desenhista britânico cujo trabalho conheci em uma exposição em Moscou, “a arte não é perfeita”. Pode parecer óbvio, mas essa frase ficou ecoando na minha cabeça…

E então me apaixonei pelo conjunto da foto acima. Tentei negociar o preço com o vendedor, que era também proprietário da loja e escultor das luminárias de abóbora que mostrei no início do post. Aliás, no mês passado, ele contou que exportou 14 peças para uma loja em Jurerê Internacional, bairro sofisticadíssimo de Florianópolis. Voltando ao assunto, achei as peças caras, pedi desconto, ele me mostrou outras industrializadas e justificou o valor dos meus objetos de desejo dizendo que era tudo feito à mão, único e que, inclusive, ele não tinha 4 xícaras iguais com tampa achatada, mas eu poderia levar as com tampa bicuda ou duas de cada (o que preferi).

Achei que ele foi bem honesto, valorizou seu trabalho, seu produto e não se mostrou disposto a me dar um grande desconto, o que normalmente aconteceria no Grand Bazaar. Essa loja fica no bairro de Sultanahmet, onde nos hospedamos e que pode ser considerada uma “Ipanema” local, digamos assim. Os preços eram mais caros nessa vizinhança, é verdade, mas as peças também tinham mais qualidade.

No final das contas, ganhei 5 Liras Turcas de desconto em cada peça e as levei pra casa. Vou fazer a estreia delas em breve, acompanhada de algumas amigas e da ganhadora do último CONCURSO DA BONFA!!!!

Como eu amei o moedor de pimenta turco que ganhei no concurso da Cath Vale e mostrei AQUI, decidi retribuir a gentileza trazendo alguns desses artefatos de presente, incluindo um pra vocês… aguardem as coordenadas!!!!

É claro que eu tinha que trazer a “Delícia Turca” para compartilhar com os amigos e encontramos 6 caixas com sabores diferentes em uma promoção imperdível!

Na Grécia, comprei uma caixinha de “Greek Delight”, ou “Delícia Grega”, biscoitos de amêndoa normalmente consumidos na época do Natal.

Também na Grécia, encontrei pacotinhos de lavanda desidratada para preparar chá e uma mistura para Mousaka, um prato típico que adorei e que leva berinjela, carne moída, batata, molho bechamel, canela e noz moscada. Parece fácil de fazer e vou tentar reproduzi-lo em casa!!!!

Um amigo foi ao Japão a trabalho e me trouxe exóticas tâmaras recheadas com nozes, casquinhas de laranja confitadas, chocolates, amêndoas etc., de sua escala em Dubai. Hummmmmmmmmm, parecem deliciosas e tive uma vontade imediata de experimentá-las, mas acho que não vale à pena comer sozinha. Então vou aguardar o próximo encontro com meus melhores amigos para degustá-las!!!!!

Meu amigo também me presenteou com um casal de esculturas de dragões comprados em Okinawa, no Japão. Gosto de objetos que possuam algum significado, que pode ser algo místico ou só a representação de algo bom, com boas energias, como um amuleto, por exemplo. No caso dessas miniaturas, o macho tem a boca aberta a fim de interceptar o mal que quer entrar na casa e a fêmea tem a boca fechada para não deixar que o bem deixe o lar, doce lar. Adorei meu presente e a boa mensagem que ele carrega!!!!!

Também achei super fofos os mini-bowls de metal pintados que servem para abrigar docinhos, açúcar em cubinhos ou frutas secas, trazidos de Dubai.

Essas bonequinhas turcas feitas em feltro com o maior capricho protagonizaram mais uma das minhas histórias de busca por peças menos comuns… perguntei o preço delas e logo depois, quanto eu ganharia de desconto se comprasse duas ou três. A resposta, bastante assertiva, foi: “Desculpe, mas a gente não dá desconto. Essa loja só tem preços fixos”. Acham que eu fiquei chateada com isso? Que nada! Percebi que eu estava no lugar certo porque não vi mais essas fofuras em lugar nenhum durante os outros 4 dias que fiquei em Istambul, rsrsrsrs!!!!

Vocês ficaram curiosos pra saber se coube tudo na mochila? Coube sim e foi a primeira vez em uma viagem internacional longa que não despachei mala nem no voo de volta ao Brasil!!!!!!!!! Uhuuuuu, grande recorde pessoal!!!!!! Vejam na foto acima como segui de metrô para o aeroporto de Atenas no dia do nosso retorno. Chegando lá, substituí a bermuda pela calça jeans que guardei na mochila do Marcelo e vesti o casaquinho que estava amarrado na minha cintura. Ele levou uma bagagem ainda menor do que a minha e, como não havia líquidos acima de 100 ml ou objetos cortantes, pudemos embarcar com tudo na cabine do avião. Gente, isso é muito prático e evita vários transtornos porque nessa viagem, por exemplo, pegamos sete voos internacionais e três voos internos. Sei que também exige alguns sacrifícios como lavar roupa todos os dias no chuveiro dos albergues ou hoteis, mas eu acho que vale muito à pena!!!!! O engraçado é que, através dos guias de viagem que normalmente lemos, descobrimos que os  brasileiros são internacionalmente famosos por levarem muitas malas!!!!

Muita gente me pergunta “qual o segredo para uma bagagem tão enxuta?” e eu respondo que não tem segredo, mas minhas palavras-chave são conforto e desapego. É bem mais confortável fazer o check-in on-line, chegar ao aeroporto mais tarde e embarcar direto com os bilhetes já impressos e assentos marcados, sem precisar entrar na fila para despachar malas e depois ficar meia hora na esteira esperando a bagagem chegar (ou descobrir que foi extraviada, rsrsrs). Sou desapegada no sentido de que não me importo de repetir roupas e de usar a mesma calça jeans por vários dias. Lavo as meias e roupas íntimas diariamente e dessa vez coloquei na mala uma calça para revezar com a que foi no corpo, quatro blusas de lã, três camisetas, cinco cachecois, quatro pares de meias, duas meias-calças térmicas, dois chapeus, um gorro de crochê, um par de luvas, uma bota de trekking nos pés e outro sapato na bagagem, dois sobretudos curtos e uma necéssaire com produtos de banho e maquiagem. Usei tudo e não senti falta de nada!!!!

 

Duty Free – Paris e Rio

Quando chegamos a Paris, passei pelo controle de bagagem ressabiada, com a certeza de que iriam implicar com alguma coisa que eu carregava ou que eu teria que tirar as botas de trekking, que possuem partes em metal. Mas, que nada!!!!! Foi super tranquilo, contrariando minhas experiências anteriores, e seguimos para o portão de embarque numa boa.

Acho que sempre vale à pena levar algumas mostardas francesas pra casa. São gostosas, tem embalagens de vários tamanhos e sabores diferentes. Dessa vez, compramos o quarteto da foto acima.

Aproveitei a escala para comprar também uma garrafa de vodka ABSOLUT MANDRIN, que juntei à minha coleção, e que possui um aroma de laranja combinado com tangerina, bem cítrico e fresquinho. A bebida fica ótima quando misturada com suco de laranja, licor de melão MIDORI e Club Soda, como no drink da foto acima.

Maquiagem é a minha perdição, embora eu só use para sair à noite ou quando estou viajando. Eu adoro a marca MAC, como já mencionei em posts anteriores, e resolvi experimentar o PRIMER, uma película protetora que cobre os poros, corrige as imperfeições da pele e mantém a maquiagem por mais tempo. Bom, pelo menos, teoricamente. Vou testar e conto pra vocês depois!!!! O lápis à prova d’água eu já testei e aprovei: ele permaneceu imune às minhas lágrimas de emoção ao entrar na HAGIA SOFIA, em Istambul, Turquia.

Dos inúmeros batons que já tive na vida e que descartei antes que chegassem ao fim, o único que gostei de verdade foi o da marca L’Oreal que comprei durante a viagem a São Francisco, em janeiro do ano passado. A fixação é pefeita, eu passo o dia comendo e bebendo sem reforçar a maquiagem e o batom continua firme e forte!!!!! Nunca tive um batom assim e procurei por ele no Duty Free do Rio, mas estava em falta. Então recorri à MAC novamente e o consultor me recomendou essa linha de longa duração. Escolhi dois tons “cor de boca com um tchan”, vou testar e também prometo contar pra vocês se valeu à pena!!!!

Na viagem anterior, eu havia decidido comprar sempre o meu perfume preferido e não experimentar nada diferente, mas… a carne é fraca, rsrsrsrs!!!!! Meu interesse por novidades me faz querer provar outras fragrâncias. Como o BE DELICIOUS EAU DE PARFUM original estava em falta, experimentei e aprovei o GOLDEN DELICIOUS, embora seja mais doce e menos cítrico do que eu gostaria.

Eu tenho muta dificuldade em saber se gosto ou não de um perfume à primeira vista e preciso amadurecer a ideia “na pele”. A menina que me atendeu recomendou o DIOR ADDICT 2, que na hora me agradou, mas depois de usá-lo algumas vezes, sinto que a fixação na minha pele é fraca. Ele é descrito como floral-frutado, mas acho que meus aromas preferidos são somente frutados.

Ah, esse já me agradou em cheio!!!! Minhas primas Carla e Carol já o haviam recomendado, com base na minha preferência pelos cítricos, e meu amigo Eduardo sugeriu o mesmo perfume. Enfim, eles tinham razão, o COOL WATER é mais a minha cara e dei a sorte de comprar a última embalagem da loja, que veio com um hidratante como bônus.

O hidratante Ravishing Love da VICTORIA’S SECRET me conquistou de vez nas últimas passagens pelo Duty Free e fui direto à procura dele nas prateleiras.

Quando chegamos em casa, fui logo desembrulhando as comprinhas e pensando onde colocaria cada uma delas… essa parte é uma delícia!!!! Quando olho pra cada um desses souvenirs de viagem, lembro imediatamente dos lugares onde os comprei e isso me dá uma sensação boa de nostalgia…

Eu gosto de substituir alguns ítens que comprei em grandes lojas de decoração por outros objetos que possuem mais “história”, digamos assim. Penso que desse jeito a casa fica cada vez mais com a minha cara, retratando o meu jeito de ser e de viver. Acho interessante perceber como o ambiente em que vivemos revela a nossa personalidade!!!!

Mas se vocês quiserem saber qual foi o melhor souvenir dessa viagem…

… eu conto que foi a rolha do champagne estourado para comemorar nosso primeiro voo de balão!!!!!!!!!!!

Foi o piloto Yasar que abriu a garrafa e o Marcelo encontrou a rolha. Ele perguntou se eu queria guardá-la e eu respondi: “Claaaaaaaaaaaaro!!!! Essa foi mais do que uma experiência única e inesquecível, foi um sonho que realizei na vida!!!!”

 

Mimos para vocês

Para a Larriza, ganhadora do último concurso do blog, eu trouxe esse conjunto de Matrioskas russas, no mesmo estilo e tamanho das que comprei pra mim. Essas são camponesas e  a maior segura um porquinho. Espero que ela goste da surpresa!!!!!!

Para um dos próximos concursos do blog, eu comprei (como prometido via Facebook) uma caixa de Turkish Delights, assim como um porta-moedas em tecido e um moedor de pimenta.

E para o próximo concurso do blog, eu trouxe um prêmio para o primeiro e outro para o segundo lugar: uma caixa de chocolates suíços LINDT (meus preferidos) com 250 gr. de sabores variados e uma barra de 300 gr. de chocolate amargo da mesma marca com aroma de limão siciliano e recheio de amêndoas. Vou preparar um post especial sobre o concurso para a quarta-feira, mas posso adiantar que o tema será “RECEITAS COM CHOCOLATE PARA O DIA DOS NAMORADOS”. Tudo a ver, né? Então, quem quiser participar já pode preparar sua sobremesa e caprichar nas fotos!!!!

Um beijo enorme com votos de boa sorte e boa semana para todos!!!!!

Bonfa ass

42 comentários:

Marly disse... [Responder comentário]

Katita, bom dia!

Muita coisa interessante vista, vivida e comprada nesta viagem! rsrs.
A menção à moussaka e às delícias turcas me remeteram à minha infância, pois tivemos um vizinho grego que nos apresentou a estas delícias (e outra mais) e eu sempre achei que a 'verdadeira' moussaka tinha sabor diferente das que conseguíamos fazer, talvez devido a um tempero secreto, rsrs. É bem possível que este tempero que você trouxe produza uma moussaka autêntica, rsrs.

Beijo e boa semana!

Adriane Pinhate disse... [Responder comentário]

Quanta coisa colorida e de alto astral!! Mas o melhor mesmo foi sua dica para viajar de mochilão, em repetir roupas, ser mais prática com uso de roupas conformtáveis!! Realmente isso vale muito a pena!

Adorei!!
Bjs e boa semana

Elisa Barros disse... [Responder comentário]

Kátia, estou apaixonada pelas suas comprinhas! Cada coisa mais linda! E estou igualmente impressionada pela sua capacidade de viajar com uma mochila! Meu sonho! Rs

Beijos

Nathalia disse... [Responder comentário]

Oi Katia! Essa foi a primeira vez que reli seu relato duas vezes para ter certeza de que não havia perdido nada! Fiquei encantada com todas as comprinhas e experiências, quero passear por esses lugares também (olha você, matando a gente de vontade, hihihi).

Beijoca e boa semana para você!

Glaucia disse... [Responder comentário]

Kátia isto é que é uma aventura. Acho que teria que despachar muitas malas pro Brasil, é muita tentação. Adorei suas aquisições, são lindas, também gosto de peças que tem história.
Seja bem-vinda, bjos
Gláucia

Angela disse... [Responder comentário]

Katinha,
Só de ver a primeira foto do post já quase entrei em mania! Rsrsrs
Eu PRECISO ir pra Turquia, mas antes PRECISO juntar dinheiro para comprar todas essas lindezas que gostamos. E levar só mala de mão...Nem pensar! Deve ser realmente maravilhoso não ter que enfrentar as esteiras de bagagem, mas pra mim não carregar mochila e ter mais espaço faz o sacrifício valer a pena!
Suas capas de almofada são lindas! Maravilhosas escolhas!
Adorei o post e já estou esperando o bazar de natal! Rsrsrsrs
Beijão

Ely Braga disse... [Responder comentário]

Que delicia esse post!!!! E feliz pelo seu retorno por aqui na blogosfera < confesso q sempre dava uma espiadinha para ver se vc estava de volta > . Muito lindo tudo que vc comprou para presentear sua casa < a casa da gente sem dúvida é melhor lugar do mundo, ne? >
Bom...ummmmmm beijooooooooo.
E continue irradiando luz, alegria, cor e talento.

Marta disse... [Responder comentário]

Katita.. que lindas compras! E que loucura de mercado.. acho que ficaria louca ao ver tudo isso. Tem uma loja dessas luminárias no Rio Sul e eu e Bruno perguntamos o preço.. muito caras aqui! Quanto foi lá?
Minha prima tb já foi a Turquia e disse que realmente é lindo! Tenho vontade de conhecer.. quem sabe um dia!! Deixa Miguelito crescer..rssss
Beijosssssssss

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@Marta Oi, Martinha! Essas luminárias realmente são liiiiindas e são tantas e tão variadas que é uma loucura escolher uma só, rsrsrs! O quisque do Rio Sul também é da loja Origens. Realmente eu paguei bem mais barato, o equivalente a 60 reais por luminária, enquanto aqui elas custam 300-350. Um grande beijo!

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@Angela Angelita, vc vai amar a Turquia e trazer muitas malas na volta, rsrsrs! Eu também acho que isso vale à pena, tudo vale à pena!!!!!!!! E as paisagens são fantásticas! Estou terminando o segundo post da Rússia já ansiosa para escrever sobre a Turquia! E a gente se vê no Sábado, né? Estou ansiosa e com muitas saudades! Beijão!

Gracy disse... [Responder comentário]

Sonho da minha vida um dia fazer uma viagem assim... Katia estou completamente encantada com sua dica de mala enxuta, é um exemplo a seguir, desapegar de tudo.. quando vou dormir na minha sogra q fica a 45min de carro, levo quase a casa inteira..kkk... amei a dica..

Dani Hoffmam disse... [Responder comentário]

Quanta coisa linda... e numa viagem dessas vc ainda tem tempo de pensar nas suas leitoras, muito fofo isso!
Amei tudo mas além das luminárias o que mais me encantou foram as xícaras e o moedor de pimenta, muito luxo!

Bjos e ótima semana,
DAni

Lu disse... [Responder comentário]

Nossa, que viagem!! E o jeitinho carinhoso e paciente com que você compartilha conosco é demais.
Eu morri.com, com as suas bonequinhas turcas. Amei tudo, agora essas bonequinhas e as xícaras lindissimas...ai, ai.

beijos

Amore con Cuore disse... [Responder comentário]

Olá , Katia só para variar vc alegra nossos olhos e almas com tantas coisas lindas, o duro de viajar para lugares tão lindos é deixar para trás nosso lado consumista , quem me dera conseguir viajar só com uma mochila nas costas , seria o sonho de consumo do meu marido e do filhão , mas voltando as comprinhas parabéns tudo de muito bom gosto e como cada país tem uma cultura , uma paisagem sempre terá uma história diferente para contar..

Bjus, e boa semana para vc

Deborah

Babi Mello disse... [Responder comentário]

Bonfa, tudo lindo e confesso que fiquei viajando no seu post e me imaginando lá. Não sei como você consegue viajar só com uma mochila, não sei se conseguiria porque sou sempre exagerada e levo um monte de coisa, peco sempre pelo exagero kkkkk e os mimos que lindos. Outra coisa MAC é sempre MAC não é mesmo?
Adorei o post e enquanto isso viajo nas suas fotos.
Bjos!

Camila disse... [Responder comentário]

Oi Kátia! Qual modelo e tamanho da mochila? Você indicaria alguma?

Parabéns pelo post, eu viajo junto contigo! Beijo!

Santinha disse... [Responder comentário]

Katia
Já tinha visto as fotos da sua viagem, mas ainda não tinha lido o post com os detalhes. Meu filho fez exatamente o mesmo roteiro que vc. no ano passado e disse ter ficado encantado com a Turquia. Imagino o quão difícil deve ser resistir às compras diante de tantas opções para lá de charmosas e especiais. Acho que ficaria pirada!
Esse ano tenho duas viagens internacionais programadas. Uma para EUA e outra para Suíça, sendo que para a Suíça vou fazer uma pequena viagem de trem para um ou dois países vizinhos com minha filhota que mora por lá.
Já faz alguns anos que não saio para estes lugares (viajei muito e cansei) - O pior para mim é sempre arrumar a mala, decidir o que levar e quanto levar. Adorei o esquema da mochila e não ter que passar horas e horas em aeroportos esperando malas e essa parte toda que faz a viagem virar pesadelo.
Gostaria muito que você pudesse em um dos seus próximos posts, dar dicas sobre o que levar e o que não levar em viagens internacionais, afinal você tem bastante experiencia e viaja pra caramba.
Como você bem disse, brasileiros tem fama de carregar malas em excesso, sem contar que levam sapatos e roupas que muitas vezes não são apropriados; sapatos que escorregam na neve, blusas de lã pesadas demais que também não servem, já que a maioria dos lugares possuem calefação dentre outros erros bastante comum...
Amei a dica do lápis, do prime e dos batons.
Bj grande e linda semana
yvone

Ana Paula disse... [Responder comentário]

Parabéns pela força de vontade! Eu nunca conseguiria ir com uma bolsa desse tamanho, ou melhor acho que ir eu conseguiria, mas voltar...com tanta coisa linda!!!Amei as bonequinhas de tecido, tb amo coisas diferentes. As xícaras são o máximo!!!E a viagem de balão!!!Bjs Ana Paula Carneiro.
www.deanaaz.blogspot.com

Ana Paula disse... [Responder comentário]

Parabéns pela força de vontade! Eu nunca conseguiria ir com uma bolsa desse tamanho, ou melhor acho que ir eu conseguiria, mas voltar...com tanta coisa linda!!!Amei as bonequinhas de tecido, tb amo coisas diferentes. As xícaras são o máximo!!!E a viagem de balão!!!Bjs Ana Paula Carneiro.
www.deanaaz.blogspot.com

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@Camila Oi, Camila! Obrigada pelo elogio! Que bom que vc gosta dos posts de viagem! Sobre a mochila, essa da foto foi um brinde que ganhei da Petrobras e já está até rasgando, mas o Marcelo usa uma da marca TRILHAS & RUMOS, muito boa, ergonômica e cheia de compartimentos. É essa a que eu indico! Um beijão!

Milena disse... [Responder comentário]

Querida Katia,delícia de post!!
Gosto de tudo que vc compra e sempre me transporto nas suas histórias sempre ricas de boas experiências!!!
Tenho muita vontade também de conhecer a Turquia.Quem sabe,não é?
Como dizia o poeta:"Tudo vale a pena quando a alma não é pequena."
bjs

Liliane disse... [Responder comentário]

Katia, que maravilha, fiquei apaixonada por todas as suas compras,cada colar...e as bonequinhas, ai e as luminárias são de deixar qualquer uma doidinha.Amei.
Beijo
www.caminhodagula.blogspot.com

Heloísa disse... [Responder comentário]

Katia,
Adorei todas as suas comprinhas.
Mas o que me encantou foi saber que você voltou dessa viagem, de certa forma longa, só com uma mochila.
Achei incrível ter conseguido colocar ali suas roupas e souvenirs.
É muito bom conseguir selecionar as roupas para uma viagem sem necessidade de muito espaço.
Parabéns!
Beijo,
Heloisa

Flávia Mergulhão disse... [Responder comentário]

Perdi o fôlego com cada coisa tão linda!!!Imagino o quanto não ficou PIRADA!!hahaha
Gostou dos "marcadores" de coração? Fica tranquila, se eu achar mando para vc!!
Um beijão e tô babando nestes chocolates!!!São meus, aguarde!!!rsrrss..:)

Veronica Kraemer disse... [Responder comentário]

Ká querida, quase que to tendo um TRECO com essa viagem, que, pra mim, é uma das mais lindas que vc. já fez! Meu sonho conhecer a Turquia, voar de balão. Fiquei extremamente emcionada, Ká!
Fora os mercados, as lojas, tudo me parece tão familiar, como seu eu já conhecesse e tivesse que voltar.
Um dia eu vou!
Amei este post, colorido e cheio de vida! Amei sua comprinhas, sua casa deve estar linda!
Ká, te adoro demais!!!
Beijosssssssssssss
Vero ♥

Cíntia A. S. Sevaux disse... [Responder comentário]

Ai Bonfa , cada coisa mais linda que a outra, que lindas luminárias... quanta coisa bacana... Ah juro que invejo quem consegue ser objetivo e levar na bagagem só o essencial... ( eu sou conhecida por ser meio parente de tartaruga, quando saio levo a casa junto )Eu sempre acho que pode chover,nevar,chover canivetes... e tenho q estar preparada...rsrsrs um dia chego lá...

Teodoro disse... [Responder comentário]

Nossa.... Eu A-M-E-I!!!!! Você é muito especial, uma querida que já gosto mesmo antes de conhecer pessoalmente!

Maria disse... [Responder comentário]

Katia, minha linda, que post mais delicioso! Eu amei cada palavra e cada foto. Assim que vi suas luminárias me apaixonei e fiquei me perguntando como você faz para andar com elas sem quebrar. Acho que você trouxe coisas lindas mas eu temo que ao chegar em casa encontraria tudo quebrado. Adorei as matrioskas e o conjunto de xícaras. Claro que vou aguardar o concurso do blog e ver se ganho alguma lembrança dessa viagem tão perfeita. Bjus.

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@Teodoro Oba, Larriza! Não consegui esconder a surpresa antes do nosso encontro, rsrsrs! Aliás, já peguei algumas receitas e estou ansiosa pelo Sábado!!!! Um grande beijo e até lá!

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@C�ntia A. S. Sevaux Oi, Cíntia! Ah, menina, sei que isso é difícil mesmo, ainda mais pra nós mulheres, rsrsrs! Eu faço o maior malabarismo e a mochila vai completamente cheia, quase embalada à vácuo, rsrsrsrs! Nem sempre dá pra fazer isso, essa foi a primeira vez em que não precisei despachar nada na volta! Não espero que as próximas viagens sejam assim, mas vou tentar manter o padrão, rsrsrs! Mil beijos!

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@Maria Oi, Maria! Vc é muito fofa! Obrigadíssima pelo comentário! As luminárias vieram em partes e a cúpula estava bem embalada em plástico bolha (bubble wrap, em inglês). Ah, participa dos concursos sim, em breve postarei novidades nesse sentido! Um beijão!

Quaseumabalzaca disse... [Responder comentário]

Nuossaaaa!!
Só tenho duas coisas a dizer:

Disciplinada (consegue segurar uma caixa de doces delicious p comer em turma)

Disciplinada (consegue viajar com uma mochila, big mochila, mas UMA mochila...)

Um dia aprendo...rs

Casar é assim... disse... [Responder comentário]

Quantas cores Bonfa!!!!
E quantos presentes lindos..nem preciso dizer que o que eu mais gostei foi?? Matrioska!!! rsrs..
E essa "Delícia grega" deve ser uma delícia mesmo, amêndoas são tnao gostosas!!
E as bonequinhas de feltro que coisinhas mais fofas....to achando um gosto meu por bonequinhas!!! rsrs...

Ahh..os chocolates...hummmm!!!!

beijos!!!

Daniel Deywes de Moura disse... [Responder comentário]

Quanta coisa boa ... Um dia vc deveria fazer um sorteio que só tenha eu como participante, quem sabe assim o azaradão aqui ganha alguma coisa kkkkkkkkkk

bjs

Dani

Eu que fiz... ou quase isso disse... [Responder comentário]

Oi Katia, como é maravilhoso seu desprendimento em compartilhar com as pessoas suas experiências.
Nos enriquecem culturalmente, só vejo coisas lindas neste blog, só sinto vontade a cada dia de festejar com minhas filhas, jantar com meu marido, sempre pensando nos mínimos detalhes, coisas que comecei a aprender aqui, talvez vc não saiba ou sabe e por isso bloga,
muita gente conhece o mundo através de você, meu olhos se abriram para a Turquia depois de Katia Bonfadini passou por la.
Obrigada por nos presentear com seu lindo blog, inspirada em vc criei meu blog. vc é demais!!!

Gélia Carvalho
http://euquefizouquaseisso.blogspot.com.br/2012/02/comecando-um-blog.html

K disse... [Responder comentário]

Katia , minha filha de 12 anos é viciada em Mac.Junta dinheiro meses para poder comprar maquiagem dessa marca e ja tem varios itens.
Você ja experimentou o perfume Un Jardin Sur Le Nil da Hermès? Tenho certeza que você vai amar.Uso esse e o Milano da Prada.
Também so uso batom de longa duração ou senão não fica na boca.Gosto muito do superstay da Maybelinne.
Apaixonei por suas fotos ,suas compras e somos mesmo muito parecidas.

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@K Xará, que legal seu comentário! Do jeito que somos parecidas, tenho quase certeza de que vou aprovar as suas dicas de perfumes e batom!!!! O Un Jardin sur Le Nil eu já tinha ouvido falar e confesso que adoro esse nome, parece exótico e romântico!!!!! Obrigadíssima pelas sugestões! Beijão!

Anna Rachel disse... [Responder comentário]

Bonfa, para o ano q vem estou planejando conhecer a a Turquia e a capadócia. Voar de balão e ver todos aqueles sabores e cores deve ser inesquecível!!
Estou planejando. vamos ver se dá! Hsss
Fiquei, como de costume, maravilhada com sua viagem e com suas comprinhas tb.
Bjokas. ;D

Claudia Liechavicius disse... [Responder comentário]

Katia,
Eu adoro viajar com pouca bagagem, mas você foi impecável. Me ganhou longe....
Com fez a mágica de colocar tudo isso na mochila?????
Essa viagem deve ter sido tudo de bom!!!
Beijos
Claudia

Simone Scharamm disse... [Responder comentário]

Fiquei encantada com tudo e louquinha pelas Matrioskas!rs!
Beijos!

Priscila Schulz - Receita Esperta disse... [Responder comentário]

Vou para Moscou e Istambul ano que vem... amei as dicas! Hehe... Estou com um pouco de medo de Moscou, pelas pessoas. Ai, ai! Adorei encontrar o seu blog. beijão

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@Priscila Schulz - Receita EspertaQue legal, Proscila, amei essa viagem! Espero que você aproveite tanto ou mais do que eu! Beijão!

Related Posts with Thumbnails